Conversas atemporais: leitura e bate-papo

Date: 14 de novembro de 2017
Time: 19:00  to  22:00
Leitura de poemas e bate-papo com as escritoras Marcia Vinci, Angélica Freitas, Bruna Beber e Noemi Jaffe. Mediação: Joselia Aguiar
 
 
Ocasião do recente lançamento de “poemas do sim e do não”, primeiro livro de Marcia Vinci. Publicado pelo recém-nascido selo editorial Paralelo13S, braço da pequena livraria independente de Salvador focada em literatura contemporânea, Boto-cor-de-rosa. Dividida em quatro partes, a obra explora a vida com paixão, sagacidade e humanidade.
 
Segundo o músico, compositor e ensaísta José Miguel Wisnik, que assina a orelha do livro, “a poesia de Marcia Vinci é o substrato de uma experiência maturada que ilumina o vivido com um frescor atual”. Nestas páginas “corre o vento forte de uma vida inteira, que também sabe se soprar, e a cada nova leitura oxigena cores que talvez remetam às cores e movimentos das cortinas, saias, cabelos e músicas de nossos mistérios mais profundos, mas que se revelam em linhas e tintas vívidas, inéditas”, complementa Bruna Beber na quarta capa da obra. Ter a chance de partir do desconhecido para descobrir o que virá é o convite que a poeta estreante faz ao leitor, do alto dos seus 84 anos, mas com a coragem de uma jovem mulher que entrega ao mundo sua voz pela primeira vez.
 
* * *
 
_Marcia Vinci nasceu em Poços de Caldas, Minas Gerais, em 1933. Mudou-se para São Paulo em 1951, onde cursou Letras Neolatinas na USP e trabalhou na rede de ensino pública como professora de português e francês até a aposentadoria, além de ter assinado vários trabalhos de tradução. “poemas do sim e do não” é o primeiro livro que publica, mas escreve poesia desde muito cedo
_Angélica Freitas é poeta e tradutora, autora dos livros “Rilke Shake” (2007) e “um útero é do tamanho de um punho” (2013)
 
_Bruna Beber é poeta, escritora e tradutora. Seu livro mais recente, “Ladainha” (2017), teve lançamento na Tapera Taperá
 
_Noemi Jaffe é escritora, professora, crítica literária e doutora em literatura brasileira pela USP. Ganhou o Prêmio Brasília de Literatura (2014) com o livro “A verdadeira história do alfabeto”
 
_Joselia Aguiar é jornalista cultural, historiadora e curadora da Flip 2017
CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn