Lançamentos: Editora Politeia

Date: 19 de dezembro de 2017
Time: 19:00  to  22:00
Tapera Taperá e Editora Politeia convidam para o lançamento dos livros “Foucault, governamentalidade e crítica”, de Thomas Lenke, e “As verdades nômades”, de Félix Guattari e Antonio Negri. Para conversar sobre as obras, contaremos com as presenças:
 
> Mario Marino
Tradutor de “Foucault, governamentalidade e critica” e de “As verdades nômades”, é mestrando em filosofia pela USP. Pesquisa o neoliberalismo em Michel Foucault.
 
> Eduardo Altheman Camargo Santos
Tradutor de “Foucault, governamentalidade e critica”, é mestre e doutorando em sociologia pela USP. Pesquisa a teoria crítica e o neoliberalismo.
 
> Jefferson Viel
Tradutor de “As verdades nômades”, é mestre e doutorando em filosofia pela USP. Pesquisa o operarismo italiano e o pós-estruturalismo francês.
 
* * *
SOBRE OS LIVROS
 
> “Foucault, governamentalidade e crítica”, de Thomas Lenke

O campo de pesquisa da governamentalidade aberto por Foucault analisa as relações entre disciplina, biopolítica e neoliberalismo e faz um diagnóstico preciso do neoliberalismo: a forma-empresa como modo de vida, a redução da esfera individual ao “capital humano”, o governo pela disseminação do medo e da (in)segurança.

Seria possível negar que vivemos hoje em uma sociedade de controle, tendo em vista as orwellianas medidas de controle surgidas após o 11 de Setembro? A governamentalidade esclarece tal quadro, analisando as relações problemáticas entre disciplina, segurança, controle estatal e liberdade dos cidadãos nas sociedades ditas democráticas.

Thomas Lemke reconstrói a emergência da governamentalidade na analítica do poder de Foucault e mostra a difusão dos estudos de governamentalidade num grande número de áreas de pesquisa. O livro explora a força teórica e a perspectiva crítica que o conceito oferece, tendo em vista os desafios políticos e sociais contemporâneos.

Thomas Lemke é professor de sociologia com foco em Biotecnologia, Natureza e Sociedade na Universidade Goethe de Frankfurt. Ele pesquisa teoria social e política, biopolítica, novos materialismos e estudos sociais de tecnologias genéticas e reprodutivas.

 

> “As verdades nômades”, de Félix Guattari e Antonio Negri
Este livro é o encontro de dois expoentes do pensamento e da prática política das últimas décadas. De um lado, Félix Guattari, filósofo ligado ao pós-estruturalismo francês e incansável agitador político presente em diversas iniciativas ao redor da Europa, da Primavera de Praga até os movimentos ecológicos, passando pelo maio de 68. De outro lado, Antonio Negri, filósofo ligado ao operarismo italiano e militante de primeira ordem junto às lutas operárias e aos grupos italianos da esquerda extraparlamentar. Em resposta à derrota dos movimentos de criação e contestação política dos anos 1960 e o enfraquecimento do saber revolucionário, este livro mostra as possibilidades de renovação do pensamento e das práticas políticas. Aqui, o leitor brasileiro poderá conferir este projeto filosófico-político, que está na base de obras como “Império”, “Multidão”, “Bem-estar comum” e “Assembly”. Segundo os tradutores, as lutas pela liberdade de que o livro trata guardam uma enorme semelhança com a situação política brasileira atual.
CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn