Apresentação da coleção Estudos Literários, da Editora Aetia

Date:
Time: 15:00

Desde a sua criação, em 2017, a Aetia Editorial busca atender as necessidades do público engajado com manifestações literárias que discutem ou que, em sua época, causaram mudanças sociais. O foco da editora é publicar livros que encorajem o pensamento crítico e o desmonte das estruturas de opressão racial, de gênero, classe e outras.

No dia 18 de maio, ocorre a apresentação da coleção “Estudos literários” e os lançamentos de “Poética de resíduos de Carolina Maria de Jesus”, de Raffaella Fernandez (Unicamp/UFRJ) e “Maria Firmina dos Reis: a trajetória intelectual de uma escritora afro-descendente no Brasil oitocentista”, de Rafael Balseiro Zin. Haverá debate com os autores, com mediação da professora, pesquisadora e jornalista Rosane Borges. Teremos também a ilustre presença de Vera Eunice de Jesus Lima, filha de Carolina Maria de Jesus, em nossa plateia.

“Maria Firmina dos Reis: a trajetória intelectual de uma escritora afro-descendente no Brasil oitocentista” tem o objetivo de apresentar ao leitor um retrato da trajetória intelectual da escritora maranhense Maria Firmina dos Reis (1822-1917), a partir da análise de registros biobibliográficos e de fragmentos literários extraídos do romance Úrsula, publicado em 1859; do conto Gupeva, de 1861-2; e do conto A escrava, de 1887, com o intuito de alcançar, criticamente, os sentidos que a autora atribuiu à causa abolicionista em vigência naquele momento. Uma empreitada como essa, logo, permite o deslocamento da obra literária para uma pesquisa em ciências sociais, mais especificamente numa perspectiva interdisciplinar que põe os estudos literários em diálogo com os estudos de pensamento social brasileiro. Nessa direção, a literatura assume relevância como um objeto privilegiado de investigação, capaz de atravessar o tempo e de oferecer ao pesquisador pistas significativas sobre o pensamento político da escritora, as formas como aqueles sujeitos viviam em sociedade e, não menos importante, a maneira como lidavam com as questões mais latentes de sua geração.

Rafael Balseiro Zin é sociólogo e pesquisador do Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política, vinculado ao Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Suas pesquisas mais recentes buscam compreender como se deu a participação direta e indireta das escritoras brasileiras oitocentistas no processo de abolição da escravatura no Brasil, com especial atenção ao legado de Maria Firmina dos Reis. Entre outros temas, também desenvolve estudos sobre a trajetória intelectual dos escritores negros no Brasil e a relação entre a formação do cânone literário brasileiro, racismo e sexismo. Vive e trabalha em São Paulo.

“O leitor que se debruçar sobre ‘Poética de resíduos de Carolina Maria de Jesus’ encontrará uma coleta minuciosa do material de Carolina Maria de Jesus. Chama a atenção o cuidado com o conhecimento dos arquivos, dos manuscritos, dos diários e tudo o que cerca o trabalho da escritora. Essa experiência do contato com um objeto palpável, além de estruturar o olhar crítico, oferece possibilidades inúmeras de uma investigação densa e debate sobre todas as dificuldades próprias da materialidade do arquivo. Além disso, o exame do acervo pessoal de um autor, complementado pela exploração e estudo de outras fontes, tem recebido olhar mais cuidadoso da crítica literária contemporânea, alimentando o espaço da investigação acadêmica e revitalizando a prática analítica”. Mirhiane Mendes de Abreu Departamento de Literatura Brasileira (UNIFESP)

Raffaella Fernandez é Doutora em Teoria e História da Literatura pela Unicamp. Pesquisa a Carolina Maria de Jesus desde 1999, quando iniciou sua entrada na academia, no curso de Ciências Sociais da Unesp de Marília. Em seguida partiu para o curso de Letras da Unesp de Assis com o objetivo de analisar literariamente as obras de Carolina de Jesus, contribuindo para a legitimação desse local da literatura brasileira a contrapelo do projeto colonizador discriminatório que marca nossas identidades. Atualmente é pós-doutoranda no Programa Avançado de Cultura Contemporânea e do Departamento de Ciência da Literatura. É colaboradora na Universidade das Quebradas e no curso de Letras da UFRJ. Foi uma das organizadoras do livro comemorativo Onde estaes, Felicidade? de Carolina Maria de Jesus (2014) e recentemente organizou a última obra publicada da autora intitulada Meu sonho é escrever… contos inéditos e outros escritos.

Página do evento no Facebook: clique aqui.